Como usar os dois tipos de ponto de suporte mais utilizados

14 de outubro de 2020

Pesquisar Conteúdo:

Aprenda de uma vez por todas como usar os dois tipos de ponto de suporte mais utilizados;

O Ponto de Suporte é de extrema importância para a sua matriz, que ao ser bordada apresentará muito mais consistência e beleza.

Entretanto, o ponto de suporte requer certas configurações para dar a sua matriz o máximo de qualidade, e é sobre isso que vamos falar neste artigo!

Para isso, os Pontos de Suporte que você mais vai utilizar são o ZigZag e o Tatami, cada um respectivamente para matrizes feitas em ponto cheio e ponto tatame.

Primeiramente, para o ponto de suporte ZigZag você irá configurá-lo da seguinte forma:

*ESPAÇAMENTO: 3.0 mm;

*COMPRIMENTO: 5.0mm;

Em segundo lugar, para o ponto de suporte Tatami, você precisará configurá-lo da seguinte forma:

*ESPAÇAMENTO: 2.0 mm;

*COMPRIMENTO: 4.0mm;

*ÂNGULO: 90°;

Entretanto, eu preciso te lembrar que estes pontos devem ser usados da seguinte forma:

Em seguida você deve se lembrar que para as matrizes feitas com o ponto Cheio você deve usar o ponto de suporte ZigZag. Porém, para as matrizes feitas com o ponto Tatami você deve usar o ponto de suporte Tatami.

Se você deseja saber ainda mais sobre como usar os dois tipos de ponto de suporte mais utilizados é só clicar aqui e assistir um vídeo no meu canal onde eu falo mais sobre o assunto.

E então, gostou do artigo de hoje?

Se você gostou compartilhe com seus amigos do mundo dos bordados 😁

Siga a Free Hand Bordados nas redes sociais!

Não deixe de conferir nossos conteúdos exclusivos se inscrevendo em nossa LISTA VIP:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Deixe o seu comentário:

O autor

Leonardo Sant'Ana

Leonardo Sant'Ana da cidade de São José do Rio Preto - SP, programador de matrizes de bordados desde 2009, trabalhou a 7 anos em um bordado aprendendo desenvolver matrizes de alta qualidade, vendo suas criações serem bordadas para todo Brasil.Em 2016 decidiu começar a empreender, trabalhar apartir de sua casa e fundou a sua empresa Free Hand, empreendendo com produtos digitais e ensino online de criação de matrizes de bordados.Atualmente dedica seu tempo na Free Hand e com seus alunos que fazem parte do programa Criar Matrizes de Bordado, Sua missão é mostrar ao mundo que de fato é possivel empreender pela internet

Posts Relacionados